About Me

28 de nov de 2017

[Resenha] Fortaleza Impossível - Jason Rekulak

| | 22 comentários

Titulo Original: The Impossible Fortress
Autor: Jason RekuLak
Numero de Páginas: 272
Ano de publicação: 2017
Gênero: Romance
Editora: Arqueiro
Sinopse: “Uma declaração de amor aos anos 1980.” – David Ebershoff, autor de A garota dinamarquesa.
“Misto de história de amor, começo da adolescência e filme de ação, Fortaleza Impossível é um romance inteligente sobre amizade, sofrimento e computadores.” – Ben H. Winters, ganhador do Prêmio Edgar e autor da trilogia O último policial.
Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo.
Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes.

Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV.

Todos esses elementos se unem para compor Fortaleza Impossível, um romance que fará você rir, se emocionar e recordar a maravilhosa sensação de se apaixonar por algo – ou alguém – pela primeira vez. (Editora Arqueiro)

24 de nov de 2017

[Tag] Sete Pecados literários

| | 3 comentários
foto: Tumblr 
Olá pessoal tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje eu vim responder mais uma tag aqui no blog. Eu vi essa tag no blog Palácio de Livros e decidi responder aqui também.
Não irei marcar ninguém para responder também, mas se você quiser responder fica a vontade e me avisa nos comentários para mim ir lá visitar seu cantinho e ver suas respostas ok?

1- Ganância: qual seu livro mais caro? E o menos caro?
O livro mais caro que eu tenho na minha estante é sem duvida It a Coisa do Stephen King. Na época que eu comprei ele, paguei 84,90. Mas era  um livro que eu queria tanto, de um autor que admiro tanto, que nem me arrependo. (Aliás, nunca me arrependo de livro nenhum que adquiro) 

2-  Ira: com qual autor você tem uma relação de amor e ódio?
Jojo Moyes. Me julguem! O meu problema é com a escrita da autora, que não me prende de forma alguma, a leitura dos livros dela são muito arrastados pra mim. Eu gostei do livro "como eu era antes de você" e quero dar outra chance aos livros da autora apesar de ter abandonado sem dó "Depois de você"

3- Gula: que livro você devorou sem vergonha alguma? 
Essa é uma pergunta um pouco difícil, porque sempre que um livro me prende muito eu devoro sem dó! Mas o ultimo livro que devorei mesmo, que não larguei nem para ir no banheiro foi "Entre quatro paredes" de B. A . Paris (Resenha)

4- Preguiça: qual livro você tem negligenciado devido à preguiça?
Dr. Sono. Este livro é a continuação de "O Iluminado" do Stephen King, e confesso que este até agora é o meu preferido do autor, porém eu tenho muita preguiça de ler a continuação, que inclusive estava na minha meta para esse ano. Mas não rolou, e eu espero que eu tome vergonha na cara e pegue ele para ler.

5- Orgulho: que livro tem mais orgulho de ter lido?
Eu poderia citar aqui todos os clássicos que eu já li rs. Eu não sou muito de ler clássicos, então quando eu pego um para ler e vou até o final fico muito orgulhosa de mim mesma. Mas já que tenho que escolher um só, escolho "Orgulho e preconceito" porque é um clássico que eu li, me apaixonei e conto para Deus e o mundo que li e amei!

6- Luxúria: quais atributos você acha mais atraentes em personagem femininos e masculinos?
Inteligencia. Tanto em personagens femininos quanto masculinos. Eu adoro personagens "nerds".

7- Inveja: que livros você gostaria de receber de presente?
A lista é enorme! Mas um livro que eu adoraria ganhar de natal é "Fera" de Brie Spangler ou "Noturno" da Darkside Books. 

Então é isso pessoal, espero que vocês tenham gostado. E ai qual seu maior pecado literário?

16 de nov de 2017

[Resenha] Entre quatro paredes - B. A. Paris

| | 37 comentários
Titulo : Entre quatro paredes
Autor(a): B.A Paris
Editora: Record
Páginas: 266
Ano: 2017
Gênero: Thriller
Sinopse: Um thriller sobre um sonho que torna-se pesadeloGrace é a esposa perfeita.Ela abriu mão do emprego para se dedicar ao marido e à casa. Agora prepara jantares maravilhosos, cuida do jardim, costura e pinta quadros fantásticos. Grace mal tem tempo de sentir falta de sua antiga vida.Ela é casada com Jack, o marido perfeito.Ele é um advogado especializado em casos de mulheres vítimas de violência e nunca perdeu uma ação no tribunal. Rico, charmoso e bonito, todos se perguntavam por que havia demorado tanto a se casar.Os dois formam um casal perfeito.Eles estão sempre juntos. Grace não comparece a um almoço sem que Jack a acompanhe. Também não tem celular, que ela diz ser uma perda de tempo. E seu e-mail é compartilhado com Jack, afinal, os dois não guardam segredos um do outro. Parece ser o casamento perfeito. Mas por que Grace não abre a porta quando a campainha toca e não atende o telefone de casa? E por que há grades na janela do seu quarto?Às vezes o casamento perfeito é a mentira perfeita. (Record)                        


Jack e Grace parecem ser o casal perfeito, no casamento perfeito. Grace tem uma irmã chamada Millie que tem sindrome de Down, ela ama sua irmã e cuida dela como se fosse uma filha. Gracie tem trinta e dois anos e um passado com vários relacionamentos que não deram certo. Em alguns momentos ela queria que sua irmã não tivesse nada, que fosse perfeita e no mesmo instante se sente culpada por se sentir assim.
 A maioria dos homens que Gracie conhece não fica muito tempo com ela por conta de sua irmã Millie que precisa de cuidados e atenção, por conta disso Gracie trabalha viajando muito, pois é o único emprego que paga o suficiente para ela pagar a escola de Millie.
Até que um dia brincando com sua irmã em um parque Grace conhece Jack, um homem muito bonito e simpático. Um advogado com uma reputação impecavel e o melhor de tudo: parece ter gostado muito de Millie.

"Para começar, ele tinha uma beleza excepcional e naquela época eu não era bonita como sou agora. E também havia Millie"

Não demora muito até que eles estejam namorando e comecem a ter planos de se casar. Para Gracie não resta duvidas de que Jack é um homem perfeito, o principe encantado que ela tanto pediu aos céus!
Antes do tão sonhado casamento, Jack diz a Gracie para ela largar o emprego e se dedicar a cuidar da casa e da irmã. Ela fica resistente a proposta mas logo aceita. Isso era tudo que Gracie sonhava, um homem que aceitasse ela e a irmã. E dentro de um ano, Millie iria morar com eles. Tudo parecia perfeito.

"O casamento perfeito ou a mentira perfeita?"
Depois de casados, eles ainda são o casal perfeito. Daqueles de causar inveja a muita gente. Só que ninguém sabe que tudo aquilo não passa de fachada.

Minha opinião final sobre o livro: Eu não consegui largar o livro enquanto não terminei, confesso que é uma leitura bem pesada por causa do tema abordado na estória. O livro é narrado em primeira pessoa, pela protagonista, a Gracie.
A narrativa é intercalada entre o presente e o passado, até chegarmos ao momento presente da estória. Já fazia um tempo que eu não lia um thriller, e este me deu vontade de voltar a ler mais o gênero. Eu estava com medo de pegar esse livro para ler por que eu vi muita gente falando bem dele, e a ultima vez que eu li um livro por conta do hype, me decepcionei muito, mas este não foi o caso de "entre quatro paredes". No momento em que comecei a ler, já fiquei me questionando se aquele casamento era perfeito mesmo, havia algo muito estranho naquela perfeição toda, e eu "devorei" o livro inteiro no mesmo dia. É impossível não ficar ansioso para saber o desenrolar da estória e o desfecho. E por falar em final, que final foi aquele? Fiquei parada depois olhando pro teto e refletindo sobre o quanto eu amei o desfecho, o quanto a autora soube desenvolver os personagens e o quanto ela soube trabalhar para nos trazer um final simplesmente arrasador!
 Gosta de Thriller mas ainda não leu "Entre quatro paredes"? Então corre que você ta perdendo tempo. Super recomendo!


Adquira o livro 

14 de nov de 2017

3 livros para chorar

| | 38 comentários
Olá pessoal tudo bem com vocês? Espero que sim! Você é aquele tipo de pessoa que adora ler livros que emocionam, que nos fazem refletir, e que principalmente nos fazem chorar litros? Eu confesso que eu não costumo ler muito livros assim, apesar de adorar ler dramas. Por isso selecionei três livros que conseguiram me arrancar muitas lágrimas, e se você gosta deste tipo de leitura, venha conferir!


Eu não canso de indicar "A menina feita de espinhos" rs. Li este livro esse ano, e posso dizer que foi uma das melhores leituras que eu já tive em toda minha vida. Tenho muito amor por esse livro gente, sério! Este livro conta a estória de Kat, uma menina que nasceu com uma doença epidérmica rara, que faz com que ela tenha espinhos por todo corpo. Além de sofrer por isso, Kat ainda se culpa pela morte da mãe, que morreu quando ela nasceu justamente por conta dos espinhos de Kat. "A menina feita de espinhos" é uma estória de amor e principalmente superação e é impossível não se emocionar e não chorar horrores com tudo que a protagonista passa do começo até o fim do livro.






Nicholas Sparks não podia faltar não é mesmo? Este livro é outro queridinho da minha estante e só de lembrar da estória já sinto vontade de chorar. Eu já adorava o filme quando resolvi ler o livro e pensei que não iria chorar porque já sabia o que aconteceria no final mas me enganei. Ah como fui inocente rs! Quando eu terminei esse livro eu chorava igual criança!E para quem ainda não conhece, o livro conta a estória de Landon e Jamie, Landon um garoto rebelde e que costumava caçoar de pessoas como Jamie. Uma jovem muito estudiosa e filha do pastor da cidade. O destino dá um jeito de unir os dois aos poucos, e aos poucos também vamos nos apaixonando por este casal, porém tudo muda quando Jamie revela a Landon que sofre de uma doença que já está avançada.  Este livro nos mostra o quanto o amor e a fé pode mudar as pessoas. Mesmo que já tenham visto o filme, leiam ao livro, sério! Juro que vale muito a pena.




Eu li o "Menino do Pijama listrado" há muitos anos, e quase não me lembro muito da narrativa. Mas lembro o quanto chorei. Este é outro livro que também já tem uma adaptação.
O livro é narrado por Bruno, uma criança de apenas nove anos que ao se mudar, resolve explorar os arredores da sua nova casa e descobre um lugar onde varias pessoas usam um pijama listrado. Ele acaba criando uma amizade muito forte com um menino que mora nesse lugar e que também usa um pijama listrado. A estória é contada maneira muito leve e simples, por uma criança em meio a segunda guerra mundial.









Então é isso, espero que vocês tenham gostado e se já leu algum destes livros e chorou horrores, assim como eu!
Até mais!

12 de nov de 2017

[Resenha] Garotas de vidro - Lauren Halse Anderson

| | 56 comentários
Ficha técnica Titulo: Garotas de vidro
Autor(a): Lauren Halse Anderson
Ano: 2012
Paginas: 272
Editora: Novo conceito
Gênero: Ficção/Drama
Sinopse: Lia e Cassie são amigas há anos, ambas congeladas em seus corpos. No entanto, em uma manhã, Lia acorda com a notícia de que Cassie está morta, e as circunstâncias de sua morte ainda são um mistério. Não bastasse isso, Cassie tentara falar com Lia momentos antes, para pedir ajuda. 
Lia tem de lidar com o pai, que é um renomado escritor, sua madrasta e a mãe, uma cardiologista que vive ocupada, salvando a vida dos outros. Contudo, seu maior tormento é a voz dentro de si mesma, que não a deixa se esquecer de manter o controle, continuar forte e perder mais, sempre perder mais, e pesar menos. Bem menos.”; (Novo conceito)

⭐⭐⭐⭐

Lia é uma garota de dezoito anos que acaba de descobrir que a sua amiga Cassie morreu. E o pior de tudo, é que na noite em que Cassie morreu, ela ligou trinta e três vezes para Lia, mas ela não atendeu.
Lia vive com o pai, a madrasta e sua meia-irmã Emma. Sua mãe é cardiologista e vive trabalhando, porém todos se preocupam com Lia.
Ela e Cassie estavam afastadas quando Cassie morreu, por isso Lia não consegue entender porque Cassie ligou para ela e nem porque ela não atendeu. Antes de se afastarem ela e Cassie fizeram uma aposta: Qual delas conseguiria ser mais magra?

Durante o livro inteiro fiquei me perguntando se Lia não percebia o quanto precisava de ajuda, Lia mede 1,65 cm de altura e chegou a ser internada quando chegou a pesar apenas 36kgs. E agora ela tem uma meta menor ainda. Desde que voltou para casa do pai ao ser internada pela primeira vez, Lia prometeu para o pai que iria comer normalmente e que não deixaria seu peso diminuir tanto nunca mais, por isso Jennifer, sua madrasta pesa Lia semanalmente mas Lia sempre arruma uma forma de enganar a todos e assim continuar emagrecendo. 

 "Eles são uns idiotas. Este corpo aqui tem metabolismo diferente. Este corpo odeia arrastar as correntes que eles enrolaram ao seu redor."

O livro é narrado em primeira pessoa, e tem uma narrativa que prende muito. Eu fiquei preocupada com a Lia, fiquei ansiosa, fiquei com medo por ela e além de tudo fiquei torcendo para que ela procurasse ajuda. Pessoas com transtornos alimentares não se enxergam do jeito que são, sempre se imaginam "gordas" e sofrem muito com isso. Lia conta as calórias de tudo que come, fica muito tempo sem comer, vive cansada porque seu corpo tenta se manter com o minimo de calorias que ela ingere e mesmo assim ela ainda pratica exercícios escondido.

Além de tudo, desde que Cassie morreu, Lia a vê todos os dia. O que levou Cassie a morte ainda é um mistério.

 "Rostos cinza enchem as folhas vermelhas. Os fantasmas querem sentir meu gosto. Eles estendem as mãos, os dedos bem abertos. Eu ando rapidamente, saindo do alcance de suas sombras pegajosas. Quando passo sob um poste de luz, a lâmpada explode e sinto o cheiro de açúcar queimado. É ela. Ela."
Apesar de ser um livro com um tema muito forte, foi o livro que me ajudou a sair da ressaca, talvez seja pelo fato de ter ficado do inicio ao fim torcendo pela protagonista. A escrita da autora é um pouco poética e essa narrativa nos leva para mais perto dos sentimentos da Lia. Eu gostei muito da escrita da autora, nunca tive nenhum transtorno alimentar mas acho que a autora nos fez sentir e entender perfeitamente o que uma pessoa com transtornos alimentares passa, o que sente e como pensa. Mas não seria um livro que eu indicaria para pessoas que sofrem com isso.

E é isso pessoal, espero que vocês tenham gostado da resenha e me contem se já leram "Garotas de vidro" Até mais!!


Adicione

10 de nov de 2017

Revista madame Eva n◦1

| | 37 comentários
Revista Madame Eva n◦1
Edição: Janeiro - Fevereiro 2017
Editora: Pontivírgula
Páginas: 28
Exemplar cedido pelos editores da revista.













Olá pessoal tudo bem com vocês? Esta semana eu contei aqui no blog, sobre a nossa nova parceria com a revista Madame Eva (Leia o post) E já vim aqui contar para vocês o que eu achei.
Nesta primeira revista tivemos onze estórias de autores diferentes, porém são estórias curtas e fáceis de ler.

8 de nov de 2017

[Metas literária] Livros que quero ler ainda esse ano

| | 44 comentários
O fim de ano está chegando, e nós leitores já ficamos nos perguntando se cumprimos ou não nossa meta literária para este ano. A unica meta que eu criei é que eu iria ler todos os livros que ficaram empacados na minha estante no ano de 2016.
Mas não foi bem assim, infelizmente eu não li nem metade dos livros que eu coloquei como meta (que foram quinze!).
Esse ano foi um pouco difícil pra mim pois eu entrei em um ciclo de ressaca literária sem fim. Raramente estou conseguindo emendar um livro no outro, eu tento e nenhuma leitura me prende. Mesmo assim vou continuar tentando e decidi mostrar pra vocês os livros que eu pretendo ler ainda esse ano.

Filho das Sombras narra a história da jovem Liadan, que, tal como a sua mãe, Sorcha, herdou a habilidade de falar com os espíritos da floresta, os quais lhe segredam que ela deve permanecer, para sempre, em Sevenwaters, se quiser que as ilhas Sagradas sejam retomadas dos bretões. A Irlanda está numa avassaladora guerra, onde um misterioso homem é temido e reconhecido como um mercenário feroz. E, assim como sua mãe no passado, ela acaba por ser capturada e sente-se cada vez mais atraída pelo ser das sombras, apesar de saber da maldição da profecia que Seres da Floresta lhe preveniram...





A história de Susie Salmon, quando começa a se desvelar na sua frente, faz os compromissos, assim como os amigos, a família, a fome, o sono e até o celular tocando, parecerem bem pouco interessantes e menos urgentes. Os ossos do título em inglês não são os restos de Susie, a menininha que conta a história depois de morta. São a estrutura sobre a qual a vida é construída. Outra audácia é a de colocar Susie Salmon no céu. Sim, é para cima que vai nossa protagonista. E é para baixo que ela olha, com olhos atentos, enquanto conta a história de sua família , agora traumatizada, de como seu assassino planeja os detalhes minuciosamente para não ser descoberto, de como a polícia não tem nenhuma pista sobre como chegar a ele. A partir daí ela conta que, por estar inconformada com sua morte precoce, e um tanto entediada com a vida no Céu, decidiu acompanhar como sua família, amigos e o próprio assassino continuaram suas vidas após a tragédia(Skoob)



 Um trio de garotos esquisitos e uma nerd brilhante que esconde um grande segredo. Um inesperado romance que nasce em meio a computadores e disquetes. Um ousado e perigoso assalto para roubar a edição de maio de 1987 da revista Playboy, com imagens escandalosas de uma famosa apresentadora de TV. Todos esses elementos se unem para compor Fortaleza Impossível, um romance que fará você rir, se emocionar e recordar a maravilhosa sensação de se apaixonar por algo – ou alguém – pela primeira vez. 
(skoob)








Meredith e Nina Whiston são tão diferentes quanto duas irmãs podem ser. Uma ficou em casa para cuidar dos filhos e da família. A outra seguiu seus sonhos e viajou o mundo para tornar-se uma fotojornalista famosa. No entanto, com a doença de seu amado pai, as irmãs encontram-se novamente, agora ao lado de sua fria mãe, Anya, que, mesmo nesta situação, não consegue oferecer qualquer conforto às filhas.
A verdade é que Anya tem um motivo muito forte para ser assim distante: uma comovente história de amor que se estende por mais de 65 anos entre a gelada Leningrado da Segunda Guerra e o não menos frio Alasca. Para cumprir uma promessa ao pai em seu leito de morte, as irmãs Whiston deverão se esforçar e fazer com que a mãe lhes conte esta extraordinária história.
Meredith e Nina vão, finalmente, conhecer o passado secreto de sua mãe e descobrir uma verdade tão terrível que abalará o alicerce de sua família… E mudará tudo o que elas pensam que são. (Skoob)




Clive Barker retorna à sua poderosa voz narrativa em grande estilo. Evangelho de Sangue é o sombrio, sangrento e brutal épico do terror, narrado pelo mestre inquestionável do gênero, e ansiosamente aguardado pelos fãs.
Evangelho de Sangue oferece uma junção clara dentro do universo de Barker. Os leitores mais atentos já perceberam que as histórias dele se passam em um mesmo universo, mas, agora, o mundo de Hellraiser é explicitamente unido ao do detetive Harry D’Amour – que aparece em outras histórias do autor, como o conto “The Last Illusion”, presente no sexto volume dos Livros de Sangue, e no romance Everville.
D’Amour, que se dedica a investigar casos sobrenaturais, mágicos e malignos, vem encarando seus demônios pessoais há anos. Quando ele se depara com uma Caixa das Lamentações, seus demônios internos são substituídos por demônios de verdade, conforme ele se vê enredado em um terrível jogo de gato e rato, absolutamente complexo, sangrento e perturbador. Evangelho de Sangue reconduz os leitores ao tempo marcado por dois de seus mais icônicos personagens, que conduzem a história em uma batalha entre o bem e o mal tão antiga quanto o tempo, onde o autor conecta a mitologia de Hellraiser ao Inferno bíblico.(Skoob)

E é isso pessoal, me contem se tem algum livro que você pretende ler até o final do ano. E vamos correr atrás dos prejuízo!

Beijos!

2 de nov de 2017

[Novidade] Parceria com a revista Madame Eva

| | 19 comentários
Olá pessoal tudo bom com vocês? Espero que sim. Já começo esse post pedindo mil e uma desculpas pelo meu sumiço (foram quinze dias sem postagens no blog) mas juro que foi por causa da minha internet que anda horrorosa. Por isso infelizmente não consegui concluir o nosso Mês macabro, mas prometo recompensar vocês em breve!

Mas chega de desculpas, que apesar do sumiço eu tenho novidades! Recentemente fechamos parceria com a revista de tautologias Madame Eva 

A revista Madame Eva foi lançada em Janeiro de 2017 nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro e Salvador em formato físico e virtual. A revista tem como objetivo abrir espaço para autores que desejam divulgar seu trabalho. E também conta com ilustrações de artistas plásticos.

                                          Saiba mais sobre a revista Madame Eva 
                                                              Facebook Blog