About Me

29 de dez de 2017

Melhores livros que li esse ano

| |

Oi pessoal tudo bem com vocês? 2018 já está chegando e como este já é o penúltimo post do ano, resolvi trazer para vocês uma listinha dos melhores livros que li esse ano. Não foi uma lista difícil de se fazer pra mim, porque esse ano tive muitas leituras que ou foram boas demais, ou foram péssimas. Mas também teve aqueles que me deixaram suspirando durante dias, e esses foram os que eu escolhi trazer para vocês!






 A menina feita de espinhos 
 Este livro mudou muito minha forma de pensar, e com certeza foi o melhor que eu li esse ano. Este livro também foi um dos primeiros que eu resenhei aqui no blog. (Leia a resenha). E o melhor de tudo é que a autora, acaba de anunciar que vai virar filme!! Pulei de alegria e não foi pouco.     Sinopse: Eu nasci assim. Com espinhos venenosos sobre toda a minha pele. Repelindo, assustando e repugnando as pessoas. Eu aprendi, após receber tantos olhares de repugnância, que há beleza em tudo. Há beleza na tristeza e na dor, até mesmo na raiva. E há beleza na vida, em suas despedidas e desencontros. 






Filha da floresta
Eu sou um pouco suspeita para falar deste livro, pois se trata de uma fantasia muito bem escrita, e eu como uma boa fã de fantasia que sou fiquei completamente apaixonada! Me arrependi de não ter lido esse livro maravilhoso antes. (Confira a resenha).    Sinopse: O domínio de Sevenwaters é um lugar remoto, estranho, guardado e preservado por homens silenciosos e criaturas encantadas, além dos sábios druidas, que deslizam pelos bosques vestidos com seus longos mantos... Passada no crepúsculo celta da velha Irlanda, quando o mito era lei e a magia uma força da natureza, esta é a história de Sorcha, a sétima filha de um sétimo filho, o soturno Lorde Colum, e dos seus seis amados irmãos, vítimas de uma terrível maldição que somente Sorcha é capaz de quebrar. Em sua difícil tarefa, imposta pelos Seres da Floresta, a jovem se vê dividida entre o dever, que significa a quebra do encantamento que aprisiona seus irmãos, e um amor cada vez mais forte, e proibido, pelo guerreiro que lhe prometeu proteção.



Um gato de rua chamado Bob 
Este sem duvida foi outro livro que me emocionou bastante. Eu também amo bichinhos de estimação e toda estória que tem animais. E mais livros como estes deveriam ser publicados. Afinal, quem não gosta de se emocionar com eles?     
Sinopse: Quando James Bowen encontrou um gato ferido, enrolado no corredor de seu alojamento, ele não tinha ideia do quanto sua vida estava prestes a mudar. Bowen vivia nas ruas de Londres, lutando contra a dependência química de heroína, e a última coisa de que ele precisava era de um animal de estimação. No entanto, ele ajudou aquele inteligente gato de rua, a quem batizou de Bob (porque tinha acabado de assistir a Twin Peaks).Depois de cuidar do gatinho e trazer-lhe a saúde de volta, James Bowen mandou-o embora imaginando que nunca mais o veria. Mas Bob tinha outras ideias. Logo os dois tornaram-se inseparáveis, e suas aventuras divertidas — e, algumas vezes, perigosas — iriam transformar suas vidas e curar, lentamente, as cicatrizes que cada um dos dois trazia de seus passados conturbados.Um Gato de Rua Chamado Bob é uma história comovente e edificante que toca o coração de quem a lê.


Confissões no crematório
Este livro também mudou minha forma de pensar sobre a morte, e toda vez que falo deste livro as pessoas me olham de forma estranha e sempre dizem que esse assunto é um pouco mórbido rs. E para mim a morte era um assunto a nunca ser discutido de forma leve e reflexiva, mas esse livro veio para mudar tudo que eu pensava sobre o assunto e hoje, falo e penso sobre a morte de forma mais leve. Realmente aprendi muito com esse livro inesquecível! (Confira a resenha).  Sinopse: Ainda jovem, Caitlin conseguiu emprego em um crematório na Califórnia e aprendeu muito mais do que imaginava barbeando cadáveres e preparando corpos para a incineração. A exposição constante à morte mudou completamente sua forma de encarar a vida e a levou a escrever um livro diferente de tudo o que você já leu sobre o assunto.Confissões do Crematório reúne histórias reais do dia-a-dia de uma casa funerária, inúmeras curiosidades e fatos filosóficos, históricos e mitológicos. Tudo, é claro, com uma boa dose de humor. Enquanto varre as cinzas das máquinas de incineração ou explica com o que um crânio em chamas se parece, ela desmistifica a morte para si e para seus leitores.O livro de Caitlin – criadora da websérie Ask a Mortician – levanta a cortina preta que nos separa dos bastidores dos funerais e nos faz refletir sobre a vida e a morte de maneira inteligente, honesta e despretensiosa – exatamente como deve ser. Como a autora ressalta na nota que abre o livro, “a ignorância não é uma bênção, é apenas uma forma profunda de terror”.



Na ilha
Sabe aqueles livros que você não se perdoa por ter deixado parado na estante por tanto tempo? Pois é. Esse livro para mim foi "Na ilha". Eu pensava nesse livro o tempo inteiro, não sosseguei enquanto não terminei de ler. (Confira a resenha)Sinopse: Anna Emerson é uma professora de inglês de 30 anos desesperada por aventura. Cansada do inverno rigoroso de Chicago e de seu relacionamento que não evolui, ela agarra a oportunidade de passar o verão em uma ilha tropical dando aulas particulares para um adolescente. T.J. Callahan não quer ir a lugar algum. Aos 16 anos e com um câncer em remissão, tudo o que ele quer é uma vida normal de novo. Mas seus pais insistem em que ele passe o verão nas Maldivas colocando em dia as aulas que perdeu na escola. Anna e T.J. embarcam rumo à casa de veraneio dos Callahan e, enquanto sobrevoam as 1.200 ilhas das Maldivas, o impensável acontece. O avião cai nas águas infestadas de tubarão do arquipélago. Eles conseguem chegar a uma praia, mas logo descobrem que estão presos em uma ilha desabitada. De início, tudo o que importa é sobreviver. Mas, à medida que os dias se tornam semanas, e então meses, Anna começa a se perguntar se seu maior desafio não será ter de conviver com um garoto que aos poucos torna-se homem.

 Estes foram os cinco melhores livros que li, escolhidos entre 50 livros. Ano que vem a meta é ler 100 livros e trazer resenha de todos eles aqui para vocês! Me contem quais foram os melhores livros que vocês leram em 2017, e que 2018 seja um ano cheio de leituras maravilhosas para todos nós!
 Até mais

15 comentários:

  1. Oiii! Ai gente, eu admiro quem consegue escolher suas melhores leituras haha. Eu não consigo 😂, me sinto traindo os outros. #ALouca
    Mas acho que o livro que mais me tocou esse ano, foi Extraordinário. Enfim, que em 2018 você bata suas metas de leitura e tenha um ano maravilhoso. Beijos

    https://almde50tons.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raíssa! Adorei Extraordinário também mas eu o li em 2016. Que 2018 seja maravilhoso pra ti!
      Gratidão por sua visita.
      Bjs

      Excluir
  2. Caramba!! É sempre bom ver as melhores leituras do ano das pessoas, e confesso que minha lista de livros para ler aumentou um pouco hahaha. Gostei muito dos livros, em especial sobre o "confissões do crematório" que eu não sabia do que se tratava, E do Bob, deve ter sido tão emocionante! E.. ah, todos eles entraram na lista, pronto kkk. Tomara que suas leituras no próximo ano sejam tão boas quanto essas!
    Beijos!

    Raquel
    Conta-se um Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel! Fico feliz que tenha gostado, e eu também adoro ver as melhores leituras das pessoas. Minha listinha de desejos sempre cresce haha.
      Que seu 2018 seja incrível! Gratidão por sua visita
      Bjs

      Excluir
  3. Fiquei bastante curioso e interessado no livro "Confissões do Crematório". Temas difíceis, como a morte e a loucura me despertam muito interesse literário. Aliás, tenho um livro de contos lançado há dois anos, chamado "Trítonos - intervalos do delírio, cuja temática das histórias fala de loucura, e duas das três, também de morte...
    Um 2018 repleto de boas leituras, alegrias e sonhos! :) Bjs
    teofilotostes.wordpress.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Teofilo que bom que gostou.
      Que seu 2018 seja maravilhoso! Gratidão por sua visita!
      Bjs

      Excluir
  4. Poxa, não li nenhum destes, mas fiquei extremamente curiosa com a menina feita de espinhos, com certeza irei ler em 2018!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana!
      Tenho certeza que você irá gostar de A menina feita de espinhos também, ele é muito lindo!
      Gratidão por sua visita !
      Bjs

      Excluir
  5. A FILHA DA FLORESTA! Eu to com o box da trilogia aqui e ainda não li, meu deus! Nunca tinha visto ninguém falando sobre ele e você foi a primeirinha, OBRIGADA!!! eu to muito afim de ler (já to indo lá pra resenha hahaha) e com certeza ver que está nos seus melhores me incentivou a atropelar a lista e le-lo o quanto antes!

    Abraços!
    https://emillyelizabeth.wixsite.com/omuseuinvisivel

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Emy! Então corre pra ler porque ele é realmente muito bom e o box está lindo né?! Também tenho e fico babando por aquele box haha!
      Nunca vi ninguém falando mal dessa trilogia então tenho certeza que você também irá gostar
      Bjs

      Excluir
  6. Um gato de rua chamado Bob é um livro muito fofo, li o primeiro e o segundo, sou apaixonada por gatos, é justo que esteja entre os melhores ^^

    ResponderExcluir
  7. Oi Jaqueline.

    Sua lista de livros que leu em 2017 está muito boa. Eu estou com muita vontade de ler A menina feita de espinhos e Confissões no crematório. Eles estão na lista de desejados e com seu comentário sobre eles minha vontade aumentou.

    Bjos

    ResponderExcluir
  8. Nossa que demais suas indicações, que 2018 venha muito mais favoritos

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Adorei ver os melhores livros que você leu em 2017. Eu li tantos livros legais que não conseguiria escolher entre eles.

    Um forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nilton! é realmente uma escolha muito dificil!
      Gratidão por sua visita ao blog ♥

      Excluir