21/08/2018

[Resenha] O fundo é apenas o começo - Neal Shusterman

| |

Titulo original: Challenger deep
Autor(a): Neal Shusterman
Ano de publicação: 2018
Número de páginas: 272
Gênero: New adult
Editora: Valentina
*Livro cedido pela editora*
Adquira o livro: Amazon ✰ Saraiva 
Sinopse: Caden bosch está a bordo de um navio que ruma ao ponto mais remoto da terra: challenger deep, uma depressão marinha situada a sudoeste da fossa das marianas. Caden bosch é um aluno brilhante do ensino médio, cujos amigos estão começando a notar seu comportamento estranho. Caden bosch é designado o artista de plantão do navio, para documentar a viagem com desenhos. Caden bosch finge entrar para a equipe de corrida da escola, mas na verdade passa os dias caminhando quilômetros, absorto em pensamentos. Caden bosch está dividido entre sua lealdade ao capitão e a tentação de se amotinar. Caden bosch está dilacerado. Cativante e poderoso, o fundo é apenas o começo é um romance que permanece muito além da última página, um pungente tour de force de um dos mais admirados autores contemporâneos da ficção jovem adulta.


Olá amores tudo bem?

Vocês já se perguntaram como deve ser a mente de uma pessoa que sofre com alguma doença mental como a esquizofrenia? No livro “O fundo é apenas o começo” conhecemos Caden. Um adolescente que está enfrentando esta doença e o autor nos conduz através da mente deste jovem que vive em um mundo que o faz pensar que todos querem matá-lo e em sua mente também vive a bordo de um navio, aonde ele é designado a artista por saber desenhar muito bem, para documentar a viagem.
 

Mas mesmo estando por dentro da mente de Caden, absorto em seus pensamentos, também conseguimos perceber que seus amigos e sua família também estão percebendo as mudanças preocupantes que está acontecendo com ele.
 
“Às vezes, a escuridão além não tem nada de glorioso, é uma verdadeira e absoluta ausência de luz. Um breu pegajoso que se cola na sua alma e a puxa para baixo. Você se afoga nele sem se afogar. Ele te transforma em chumbo, e faz você afundar mais depressa em sua membrana viscosa.” - Pag.103

Caden é um adolescente estudioso, que é amado pela família e por seus amigos, a doença vai surgindo de forma gradual, nos fazendo entrar totalmente na mente de Caden e vivendo tudo aquilo que ele vive e sente. No decorrer na história conseguimos perceber o quão a vida que Caden leva no navio se parece muito com sua vida real e tudo se mistura na mente de Caden...

“Muito antes de o navio existir, já existia o capitão.
Essa viagem começou com ele, você suspeita que vai terminar com ele, e tudo o que resta entre uma coisa e outra é a comida em pó dos moinhos de ventos que podem ser gigantes triturando ossos para fazer o próprio pão.

Pise com cuidado, ou irá despertá-los.” -Pág. 10

O livro é narrado em primeira pessoa e não posso dizer que foi uma leitura muito fácil, mas no decorrer da história conforme vamos conhecendo a mente de Caden a narrativa vai se tornando cada vez mais compreensível, afinal este livro nos transporta para uma mente com esquizofrenia, então eu já esperava que a história fosse um pouco confusa no começo, mas não foi nada que tornasse a leitura arrastada ou difícil.

Fiquei impressionada com a forma que esta história se desenrolou e como o autor conseguiu criar um personagem como Caden. Sabendo desenvolve-lo de uma forma criativa que realmente me fez sentir como se estivesse vivendo tudo aquilo com o personagem. Nunca li algo tão bem escrito e tão sensível!

O fundo é apenas o começo é uma história sensível e marcante, uma verdadeira viagem através da mente de um jovem com esquizofrenia.
Beijos!

12 comentários:

  1. Oi! Sendo bem sincera, eu nunca quis ler um livro que fale sobre transtornos mentais por causa da confusão da leitura, e isso me deixa muito perdida na obra, mas é sempre bom a gente dar uma chance a esses tipos de livros, por isso vou tentar ler.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderExcluir
  2. Admito q lendo a sinopse eu n me animei, mas ao longo do post eu fiquei bem instigada a ler. Parece bem envolvente.

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Percebo que livros que tentam mostrar como é a vida de pessoas com desordens mentais costumam causar bastante confusão, mas sei lá, eu gosto muito de saber como os outros pensam então acho que seria uma boa pedida

    ResponderExcluir
  4. Já ouvi muitos comentários positivos sobre esse livro, dizendo que é muito interessante a maneira como o autor escreve o personagem com esquizofrenia. Fiquei curiosa.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  5. Olá, livro anotado. É incrível que praticamente quase não li livros com personagens que sofressem de alguma doença mental. Tipos de livros assim que abordam esse tipo de tema é fundamental para a nossa sociedade hoje, para as pessoas pelo menos "sentir" na pele (pelo menos através da escrita)o sofrimento que essa pessoas passam.

    ResponderExcluir
  6. Olá Jaqueline,

    Já vi muitas resenhas indicando esse livro. Parece ser um daqueles que mexem bastante com o leitor. Só o fato de ter um protagonista com esquizofrenia, já é algo que chama a atenção. Dica anotada!!!
    Parabéns pela resenha!

    Grande beijo,
    Letícia Franca | Além de 50 Tons
    https://almde50tons.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  7. Achei a historia muito interessante,fiquei com muita vontade de ler e conhecer a historia do aluno.ótimo post para nós que gostamos de livros desse genero.

    ResponderExcluir
  8. Nossa mulher, realmente quem se quer parou para pensar em como funciona ou mesmo como é a mente de que sofre de algum problema mental, não é mesmo?Já vi muitas pessoas indicando esse livro nos últimos tempos acredito que vale a pena ler!
    Nossa amei sua resenha é excelente como todas as outras.
    Até breve.

    ResponderExcluir
  9. Olá ...Tudo bem??
    Não conhecia o livro mas logo de antemao ja fiquei com uma vontade de ler devido a sabotagem sobre um tema de extrema importância e deve ser discutido ..
    www.robsondemorais.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. menina eu quero muitoooo esse livro a historia é realmente muito bem contruida é o meu genero favorito e por ser eu sou bem critica na hora de avaliar espero ter ele em breve na minha estante

    ResponderExcluir
  11. Eu tinha lido somente o prefácio do livro e não me interessei por abordar assuntos que já presencio no dia a dia com meu trabalho, mas achei muito boa a forma como você abordou e acho que vou dar uma chance pra ele sim.
    Quem sabe eu não gosto!? :D
    Anne Schuler

    ResponderExcluir
  12. Parece legal, me interesso bastante por livros com protagonistas com doenças mentais, é um jeito diferente de enxergar as coisas.

    ResponderExcluir