06/07/2017

[Resenha] O ultimo Adeus,Cynthia Hand

| | 22 comentários

Titulo: O último Adeus
Autor(a): Cynthia Hand
Ano: 2016 

Páginas: 352


Gênero: Romance
Editora: Darkside Books
Sinopse: O Último Adeus é narrado em primeira pessoa por Lex, uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido do seu terapeuta, como forma de conseguir expressar seus sentimentos retraídos. Há apenas sete semanas, Tyler, seu irmão mais novo, cometeu suicídio, e ela não consegue mais se lembrar de como é se sentir feliz. 

O divórcio dos seus pais, as provas para entrar na universidade, os gastos com seu carro velho. Ter que lidar com a rotina mergulhada numa apatia profunda é um desafio diário que ela não tem como evitar. E no meio desse vazio, Lex e sua mãe começam a sentir a presença do irmão. Fantasma, loucura ou apenas a saudade falando alto? Eis uma das grandes questões desse livro apaixonante. 
O Último Adeus é sobre o que vem depois da morte, quando todo mundo parece estar seguindo adiante com sua própria vida, menos você. Lex busca uma forma de lidar com seus sentimentos e tem apenas nós, leitores, como amigos e confidentes.


Oi pessoal tudo bom com vocês? Hoje eu vim fazer a resenha do livro "O ultimo Adeus" de Cinthia Hand que conta a estória de Lex, uma garota de dezoito anos que está tentando conseguir lidar com a morte de seu irmão mais novo Tayler, que se suicidou recentemente. Lex não consegue entender porque o irmão faria algo assim, e ao longo do livro ela tenta lembrar como o irmão estava antes de sua morte, o porque dela não ter percebido que ele precisava da ajuda de alguém. Tayler, deixou apenas um post-it no espelho que dizia:
 "Desculpa mãe,mas eu estava muito vazio".
Além de ter de lidar com a dor da perda, Lex vê sua mãe sofrendo todos os dias pela morte do filho e se afundando nas bebidas. E mesmo sofrendo por tudo que está acontecendo ao seu redor, Lex ainda tem tentar manter suas notas para entrar na tão sonhada faculdade.

O livro é narrado em primeira pessoa e escrito em forma de diário, já que Lex faz terapia e não consegue expressar o que sente, o seu terapeuta sugeriu que ela escrevesse um diário.  Inclusive as letras do livro são todas em azul (como se fosse um diário mesmo, escrito pela Lex). 

Minha opinião final sobre o livro: A escrita da autora é bem leve, tornando a leitura muito fluida. A autora conseguiu desenvolver muito bem a protagonista, que apesar de jovem está do lado da mãe em um momento tão difícil, sentindo que poderia ter feito algo para ajudar e que principalmente poderia talvez até ter evitado que o irmão cometesse suicídio. Este livro nos mostra, o quanto temos que valorizar e cuidar das pessoas que estão ao nosso redor, porque uma pessoa que tem depressão, que tem tendencia ao suicídio nem sempre demonstram isso. Ao longo da leitura conseguimos sentir tudo o que a Lex sente, o quanto uma família pode ficar devastada depois da perda de alguém assim tão jovem quanto Tyler, de uma maneira tão inesperada assim. Eu pensei que apesar do tema este livro não conseguiria arrancar nenhuma lágrima sequer de mim, mas confesso que no final eu não fui forte o bastante. 
É uma leitura muito tocante, e eu recomendo muito a todos! 

Espero que vocês tenham gostado da resenha, e me contem se já leram este livro ou outro com uma premissa parecida, que eu vou adorar saber.  Até  mais!