14/09/2017

[Resenha] Na Ilha - Tracey Garvis Graves

| | 22 comentários
Titulo: Na Ilha
Titulo Original: On the Island
Autora : Tracey Garvis Graves
Gênero : Romance
Ano : 2013
Páginas:288
Editora:Intrínseca
 Sinopse: Anna Emerson é uma professora de inglês de 30 anos desesperada por aventura. Cansada do inverno rigoroso de Chicago e de seu relacionamento que não evolui, ela agarra a oportunidade de passar o verão em uma ilha tropical dando aulas particulares para um adolescente. T.J. Callahan não quer ir a lugar algum. Aos 16 anos e com um câncer em remissão, tudo o que ele quer é uma vida normal de novo. Mas seus pais insistem em que ele passe o verão nas Maldivas colocando em dia as aulas que perdeu na escola. Anna e T.J. embarcam rumo à casa de veraneio dos Callahan e, enquanto sobrevoam as 1.200 ilhas das Maldivas, o impensável acontece. O avião cai nas águas infestadas de tubarão do arquipélago. Eles conseguem chegar a uma praia, mas logo descobrem que estão presos em uma ilha desabitada. De início, tudo o que importa é sobreviver. Mas, à medida que os dias se tornam semanas, e então meses, Anna começa a se perguntar se seu maior desafio não será ter de conviver com um garoto que aos poucos torna-se homem.



Olá pessoal! Tudo bom com vocês? Tenho que confessar que "Na ilha" tava empacado aqui na estante já fazia um tempinho, mas assim que comecei a ler, me perguntei: Porque não li antes ?

Tudo começa quando Anna ,professora de Inglês aceita viajar para uma ilha tropical para dar aulas para T.J um garoto de 17 anos que acaba de vencer um câncer e que para voltar para escola e se formar precisa recuperar o tempo perdido.
Mas antes de chegar na ilha, o piloto do hidroavião em que ele, e Anna estavam passa mal e o hidroavião cai (Calma isso não é Spoiler,está nas primeiras páginas!)
E é ai que tudo começa, eles sobrevivem a queda e em capítulos intercalados com a "visão"de tudo isso de T.J e Anna, vamos "sentindo" na pele todos os sufoco que eles passam vivendo em uma ilha, sozinhos.
O medo de o câncer de T.J voltar ,a falta de comida e de água potável, a luta para sobreviver e a esperança de um dia serem resgatados.
T.J tem 17 anos e Anna 30, mas ao longo do livro vão criando um laço cada vez mais forte,  e eu me peguei torcendo por eles durante todo o livro,principalmente por que a cada página podemos ver o quanto eles amadureceram, e o quanto querem ficar juntos (Melhor ship)
Gente, eu tô simplesmente apaixonada ainda neste livro, a autora fez com que a gente se perguntasse o que faríamos se isso acontecesse com a gente. Foi uma leitura mais que cativante, foi viciante!
Apesar de parecer um livro cheio de clichês, ao mesmo tempo não é, porque a autora teve toda delicadeza de colocar um romance "maduro" daqueles que nem sempre encontramos nos livros e a questão da diferença de idade está ali presente e os protagonistas sabem que isso não pode dar certo, mas mesmo assim se apaixonam em meio a tantas dificuldades. A leitura flui muito rápido, eu não queria largar o livro, (fui trabalhar parecendo um zumbi no outro dia rs,).
Será que eles vão conseguir sair da ilha? Será que que vão levar esse amor adiante apesar da grande diferença de idade?
Não percam tempo assim como eu, leiam e me contem se gostaram (ou amaram) assim como eu também! Rs.

Curiosidades: SIM! "Na ilha" foi inspirado em "Lagoa Azul" a autora disse que este é um dos seus filmes favoritos e que se inspirou nele para escrever seu livro. Mas não se iluda,caro leitor. 'Na ilha" é bem diferente de Lagoa azul,e embora eu goste muito do filme,gostei mais deste livro !
Os diretos de "Na ilha" foram adquiridos e vai virar filme ( Porém fucei na internet,e não achei nenhuma informação sobre a possível data de lançamento )