29/05/2018

[Resenha] Frankestein ou o Prometeu Moderno - Mary Shelley

| | 33 comentários

Titulo: Frankestein 
Autora: Mary Shelley
Ano: 2014 
Número de páginas: 240
Editora: Nova Fronteira
Gênero: Terror/Horror
Adquira o livro: Submarino ☆ Amazon
Sinopse: Neste clássico da literatura ocidental, o suspense percorre todo o romance, do início ao fim. Inebriado por uma sociedade cientificista e encantado com a alquimia medieval, um estudante decide criar um ser humano. Quando, porém, ele dá o sopro de vida à criatura, é tomado de horror e foge, abandonando sua invenção. Com uma personalidade a um só tempo dócil e cruel, forjada numa existência solitária no mundo, o monstro decide ir atrás de seu criador. Mas é novamente rejeitado e, amargurado pelo modo odioso com que é tratado pelas pessoas, inicia a mais cruel das vinganças, que desencadeia uma dupla perseguição e um inevitável fim trágico.

Olá pessoal tudo bem?
Frankenstein ou o Prometeu moderno é um clássico do terror muito aclamado mundialmente e que já tem várias adaptações. Apesar disso nunca vi nenhuma e estava muito curiosa para ler e conhecer a escrita da Mary Shelley.

Victor Frankenstein é um jovem cientista suíço, ambicioso, que vem de uma família muito rica, e que após a morte de sua mãe decide se mudar para a Bavária para estudar. Mas após alguns meses de estudo Victor decide que está na hora de tentar criar algo sozinho. Algo extraordinário, como um ser humano por exemplo. Algo que faria as pessoas finalmente enxergar seu potencial.



"Lembre-se, que não estou registrando as visões de um louco. O que afirmo agora é verdadeiro, tanto quanto o sol que brilha no céu. Talvez algum milagre o tenha produzido, mas ainda assim os estágios da descoberta foram distintos e plausíveis. Após dias e mais dias de trabalho e cansaço inacreditáveis, consegui descobrir a causa da geração da vida; não, mais do que isso, tornei-me eu próprio capaz de dar a vida a matéria inanimada."

Porém após incansáveis noites sem dormir se dedicando ao seu projeto, o resultado é uma criatura horrenda que deixa Victor espantado com sua monstruosidade. Ele acaba abandonando sua criação, mas após se dar conta de que pode ter cometido um erro deixando a "criatura" livre, ele decide que precisa acabar com a sua própria criação.

Narrado em primeira pessoa, a história é contada por meio de cartas e diários, em capítulos curtos. A trama é muito envolvente, e quase conseguiu me deixar de ressaca depois, de tão conectada a história que eu fiquei.

Victor é um personagem muito ambicioso e egoísta e as vezes fiquei com a impressão de que ele não tinha empatia nenhuma com sua própria criação, que por sua vez é muito diferente de tudo que eu imaginei, e muitas vezes cheguei a me perguntar o que teria acontecido se Victor não tivesse o abandonado.

Esqueça tudo que você já ouviu falar sobre esta história. Frankenstein é uma história de terror que não deixa tudo "escancarado" é preciso perspicácia para perceber o horror descrito naquelas páginas, e é isto que torna esta leitura tão intensa e tão atual.

E o que dizer desta edição? A edição que eu comprei é da editora Nova Fronteira, em capa dura, e que faz parte do Box "Mestres do Terror" é uma edição que muito linda, em capa dura com uma ótima diagramação.

*Este livro faz parte do desafio "Rory Gilmore Books Project" e para ver a lista completa dos livros é só clicar AQUI

Beijos!!