26/11/2018

[Resenha] A poção secreta - Amy Alward

| | 15 comentários

Titulo Original: The potion diaries
Autor(a): Amy Alward
Ano de publicação: 2017
Número de páginas: 368
Gênero: Fantasia/Romance
Editora: Jangada
Skoob: Adicione
Adquira o livro: Amazon ✰ Saraiva ✰ Submarino
Sinopse: A Princesa do Reino de Nova toma acidentalmente uma poção do amor, e se apaixona por si mesma! Para encontrar o antídoto que possa curá-la, o rei mobiliza todos numa expedição chamada Caçada Selvagem. Competidores do mundo todo saem em busca dos mais raros ingredientes em florestas mágicas e montanhas geladas, enfrentando perigos e encarando a morte para encontrar a fórmula da poção secreta. Dentre eles, está Samantha, uma garota comum que herdou dos seus ancestrais alquimistas o talento para preparar poções. Esta pode ser a oportunidade para reerguer a decadente loja de poções da família, afinal o mundo todo estará acompanhando a Caçada nas mídias sociais. Será que ela conseguirá descobrir a cura e salvar a Princesa?





A poção secreta é o primeiro livro da trilogia Potion, e confesso que foi um daqueles livros que eu comprei “pela capa” que afinal é linda, mas o conteúdo não deixa a desejar.

O livro conta a história da família Kemi, uma família com uma linhagem longa de alquimistas, mas que devido a vitória da grande corporação tecnológica de poções sintéticas Zoroaster, na última caçada selvagem, acabaram vendo sua loja de poções decair cada vez mais. Samantha Kemi é uma garota comum, que embora não tenha poderes mágicos assim como a irmã, herdou o talento para preparar poções. E no décimo oitavo aniversário da princesa Evelyn, ela vê a chance de reerguer a loja de poções da família.

Evelyn a princesa de Nova, que está completando dezoito anos estava prestes a escolher seu futuro marido, quando tomou uma poção, que a fez se apaixonar por si mesma, ficando obcecada por seu próprio reflexo e fazendo com que seu pai, pela primeira vez em muitos anos resolvesse convocar os melhores alquimistas de Nova, para uma caçada Selvagem, e Samantha e seu avó foram um dos convocados, porém, o avó de Samantha não gostou nada da ideia e proíbe a garota de participar da caçada selvagem e achar a cura para a princesa.

“O meu avô me ensinou a ser uma Kemi orgulhosa, mas como é possível? Nos oferecem a oportunidade de provar o nosso valor, e estamos simplesmente jogando a oportunidade pela janela. É bem típico da minha família.”




Mesmo sendo proibida Samantha entra para a caçada selvagem, com a ajuda de Kirsty a coletora da família. E além de terem que buscar cada item da poção correndo inúmeros riscos, Sam e outros participantes terão que lidar com a irmã do rei, que foi banida há muito tempo do reino, mas que está participando da caçada e fará de tudo para evitar que descubram a cura para sua sobrinha. Será que mesmo com todos estes obstáculos Sam conseguirá vencer a caçada e reerguer a loja da família?

E poções do amor nem são sobre amor, né? São sobre a ilusão disso: a fantasia. Elas são sobre a luxúria, a paixão. Eu vi amor de verdade. (...) É sobre duas pessoas concordando em enfrentarem o mundo -- juntos, não importa os desafios. É sobre respeito. É pessoal.

O livro é narrado em primeira pessoa por Sam e Evelyn em capítulos alternados. Sam é personagem determinada e inteligente que respeita muito seu sobrenome e toda história por trás dos Kemi. Eu sinceramente torci desde o início para que ela desobedece ao seu avô e entrasse para a caçada haha. Já Evelyn não está totalmente inconsciente de si mesma, afinal, ela está apaixonada pelo seu próprio reflexo e a cada minuto que passa nesta condição, o perigo aumenta, mas ainda assim traz momentos divertidos para a história, que traz uma trama criativa e divertida de ler.

A narrativa é fluida e o livro traz bastante ação nesta busca pelos itens da poção. No meio disso tudo ainda surge um romance que me deixou um pouco dívida e sem saber o que pensar a respeito, e creio que a autora irá trabalhar mais ainda nele nos próximos livros. A poção secreta é um livro que traz tudo que gostamos em uma fantasia na medida certa, se tornando um livro divertido e gostoso de ler e que nos deixa curiosos pela continuação!


Beijos!