RESENHAS

FILMES

SÉRIES

[Resenha] Estamos bem - Nina LaCour

by - 12:35

Titulo original: We Are Okay
Autora: Nina LaCour
Número de páginas: 224
Editora: Plataforma 21
Gênero: Jovem adulto, LGBT
AdicioneSkoob  Goodreads
Adquira o livro: Amazon  Submarino
Sinopse: Você passa pela vida achando que precisa de tanta coisa…
Até ir embora só com o celular, a carteira e uma foto da sua mãe.
Marin não fala com ninguém da vida antiga desde o dia em que deixou tudo para trás. Ninguém sabe a verdade sobre as semanas finais. Nem mesmo sua melhor amiga, Mabel. Mas mesmo a milhares de quilômetros da costa da Califórnia, na faculdade em Nova York, Marin ainda sente o impacto da vida e da tragédia da qual tentou fugir. Agora, meses depois, sozinha em um alojamento vazio durante as férias de inverno, Marin espera. Mabel está chegando para visitá-la, e Marin vai ser obrigada a enfrentar tudo que não foi dito e a finalmente confrontar a solidão que se alojou em seu coração.
Um sussurro íntimo que carrega um soco indelével, Estamos bem é o que Nina LaCour tem de melhor. Esse retrato lindamente elaborado e dolorosamente sincero da dor vai provocar uma vontade de atravessar qualquer distância para se reconectar com as pessoas que você ama.


Atrás de uma leitura rápida e despretensiosa acabei escolhendo Estamos bem de Nina LaCour, eu acreditava que este era apenas mais um livro lgbt que eu iria ler, mas esta trama vai muito além disso. Foi uma grata surpresa que se tornou o primeiro livro favoritado do ano. Além de ser um livro marcante de diversas maneiras.




Marin perdeu o avô há pouco tempo, ele era a única pessoa da família que ela conhecia e agora ela se isolou do mundo em seu alojamento na faculdade com uma depressão profunda. É vésperas de natal e Mabel, sua melhor amiga está indo para a faculdade rever Marin e passar uns dias com ela e agora Marin terá que confrontar um passado recente, cheio de palavras e sentimentos não ditos.
“A vida é fina e frágil como papel. Qualquer mudança repentina pode rasgá-la.”


O simples fato de receber sua melhor amiga já é pesado e um esforço muito grande pra Marin, no início da trama não dá pra saber exatamente o que aconteceu entre as duas para que Marin se sentisse tão diferente e distante da amiga, mas assim como outros assuntos da trama aos poucos a gente vai descobrindo tudo e percebendo que este problema entre as duas é só uma pequena parte desta história.

Por isso, não espere uma trama aonde o romance LGBT seja o foco da trama, porque nesta história não é. A narrativa da Nina é tão poética e tão profunda que é impossível não se conectar com Marin e com sua dor, e embora não seja um livro cheio de surpresas, a autora vai escrevendo de uma forma muito sutil como Marin acabou ficando tão sozinha daquele jeito.
“O problema da negação é que, quando a verdade chega, você não está pronta.”

Estamos bem é uma obra profunda, com personagens complexos. Uma trama sobre solidão, luto, perda e família. Eu terminei de ler este livro com sentimentos que ainda não sei como descrever. Eu não esperava tanto desta obra que apesar de tão poucas páginas tem muito para dizer e para nos fazer refletir.

You May Also Like

17 Comments

  1. Fiquei feliz em ver o seu "favoritado" ali em cima. Eu cheguei a ler algumas resenhas sobre a história, mas muitas criticaram a obra. Tenho curiosidade para ler e pretendo fazer isso em breve, pois adoro a temática =)

    Beijos
    Boa semana

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma obra que deve ser lida com o coração aberto e com empatia pela protagonista. Só assim conseguiremos entender o que a autora quis passar, que pra mim, uma das coisas que a Nina LaCour quis passar é que cada um tem sua maneira de viver o luto, tudo é maior do que imaginamos. Ter empatia é fundamental!

      Excluir
  2. Ainda não conhecia o livro, mas já fiquei animada em saber que é o seu primeiro favorito do ano. Fiquei pensando em qual poderia ser o problema entre Marin e a amiga. Gosto de narrativas poéticas, ainda mais quando nos desperta tantos sentimentos. A capa do livro é linda e a história parece ser melhor ainda.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Que bom que gostou do livro, no fim é isso que importa não é mesmo?! Gostei muito da resenha e como se expressou com seus sentimentos, por hora não é uma leitura que eu procure mas deixarei de reserva. Obrigada pela dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagina Karine, espero que possa conferir quando quiser e vem me contar o que achou!

      Excluir
  4. Olá, tudo bem? Já vi esse livro diversas vezes por aí e confesso que pela capa eu imaginava uma história bem diferente, hehehe. Parece ser uma leitura muito interessante e boa para refletirmos. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  5. Eu quero muito ler esse livro!
    Adorei ver a sua resenha dele, muito bom quando a gente começa a ler sem grandes pretensões e acaba se surpreendendo positivamente pela obra. Espero poder conferir em breve.

    ResponderExcluir
  6. Oiiii

    Eu adoro livros que apresentam personagens complexos, que fogem da mesmice e a história parece ser mesmo super interessante. Achei essa capa linda. Fico feliz em saber o quanto o livro te surpreendeu.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
  7. Que coisa mais linda essa edição, garota!!!! Eu fiquei bem surpresa diante do livro que encontrei por aqui e do assunto relatado na obra, por tudo que tens feito e cativado o leitor nessa obra, sua resenha ficou ótima e também daria várias estrelinhas, dica anotada! Amei.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu gosto bastante de livros que abordem a depressão, a personagem desse livro me parece estar lidando com uma situação bem complicada após se sentir tão só, fiquei curiosa para ler e ver como a visita da amiga vai afetar tudo isso.

    ResponderExcluir
  9. Oi, tudo bem?
    Quando esse livro foi lançado, eu fiquei bem curiosa para ler (apesar de não ter gostado nadinha da capa haha). No entanto, o tempo foi passando e eu não consegui ler, e depois eu confesso que desanimei. Pelo que eu percebi, é um livro que aborda temas muito difíceis e até mesmo dolorosa. Confesso que ando fugindo de livros assim e, por isso, não tenho nem ideia de quando darei oportunidade para essa leitura.
    Mas adorei conferir sua resenha e fico feliz que tenha gostado tanto da leitura e da escrita da autora.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Olá tudo bem? Tenho muita vontade de ler este livro, ainda não tive a chance, mais acredito que assunto abordado é muito importante, adorei sua resenha espero que possa ler ele este ano, fora que a capa da obra é linda demais né, beijos!

    ResponderExcluir
  11. Estou com esse livro na estante para ler e que bom saber mais sobre a leitura e o que esperar. Pelo jeito vai ser uma leitura bem marcante. A capa é muito bonita, adoro ela! ♥
    beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem?

    Nossa, não conhecia esse livro e confesso que não tenho muito costume de ler livros LGBT. Já li alguns, não nego. Entretanto, apesar de ser interessante o livro, acredito que não posso o ler, pois fui instruida a não ter contato com nada que trate sobre a depressão e assuntos relacionados.

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem?
    Não tem como não se conectar com essa história já começando pela capa que consegue transmitir a dor da personagem. Acho que ficarei muito sentida pelo drama dela. Não vejo a hora de ter a oportunidade de ler. Sua resenha ficou ótima.
    beijinhos
    cila.

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem? É bom né quando nos surpreendemos positivamente com a história não?! Conhecia esse livro por nome, porém nunca tive oportunidade de uma ler resenha sobre. E com a sua, fiquei bem curiosa pois sou fã de obras com personagens complexos, ainda mais representativos. Dica mais que anotada!
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir