RESENHAS

FILMES

SÉRIES

[Resenha] Eu sei onde você está - Claire Kendal

by - 00:03

Titulo original: The book of you
Autora: Claire Kendal
Número de páginas: 304
Editora: Intrínseca
Gênero: Thriller
Adicione: Goodreads  Skoob
Adquira o livro: Amazon  Livraria da travessa
Sinopse: Rafe está em todos os lugares. E Clarissa vai encontrá-lo, mesmo sendo a última coisa que gostaria que acontecesse. Vai encontrá-lo na universidade onde ambos trabalham, na estação de trem, no portão do prédio onde mora. As mensagens do homem lotam a secretária eletrônica de Clarissa, os presentes dele abarrotam sua caixa de correio. Desde a noite traumática que passaram juntos alguns meses antes, ela se vê em uma armadilha da qual não consegue escapar. E ele se recusa a aceitar um não como resposta.
A única saída de Clarissa para esse pesadelo angustiante são as sete semanas que passará em um tribunal, onde foi escalada para compor um júri popular. A vítima em questão viveu experiências que revelam uma similaridade macabra com a vida da jurada. Conforme o julgamento se desenrola, Clarissa percebe que, para sobreviver às investidas obcecadas de Rafe, será necessário se arriscar. Começa então a reunir evidências da insanidade do perseguidor para usá-las contra ele e relata todo o terror psicológico e físico a que é submetida, o que a obriga a reviver cada momento doloroso que vem tentando desesperadamente esquecer.
Escrito de forma primorosa, Eu sei onde você está explora a tênue fronteira entre amor e compulsão, fantasia e realidade. Um retrato perturbador de uma mulher perseguida, determinada a sobreviver.


“Você é tipo uma versão viva do espelho do mago em A rainha da neve. Quando vêm de você, até as coisas mais bonitas se tornam feias e distorcidas.”

Clarissa trabalha em uma universidade, e um dia ao ir na festa de lançamento de um livro de um amigo de trabalho acaba dormindo com ele. A partir deste dia, rafe se torna obcecado por Clarissa. Ele está em todos os cantos: na frente de seu apartamento, no mercado e no trabalho. Ele não se importa em incomodar ou perseguir porque passa a fazer da vida de Clarissa um verdadeiro pesadelo.

Quando Clarissa é chamada para fazer parte de um júri, que irá durar sete semanas e ela fica feliz, pois assim, serão sete semanas longe do trabalho e de Rafe. Mesmo assim ele continua a persegui-la e intimida-la com fotos constrangedores do dia que dormiram juntos, usando as fotos para ameaçar e amedrontar Clarissa.

“Clarissa desejou não ter lhe dado o número do celular. Nada mais havia funcionado para se livrar dele na manhã após o lançamento do livro. Nem vomitar no banheiro, fazendo barulho suficiente para que ele ouvisse.”

No tribunal, o caso que Clarissa ouve lhe mostra o quanto a sociedade é machista e tenta culpabilizar a vítima a todo custo. Ela passa a perceber que se não tiver provas o suficiente contra Rafe, ele continuará impune e ninguém irá acreditar nela. Então sem contar para ninguém sobre o pesadelo que passa todos os dias, Clarissa se isola cada vez mais em busca de paz e com medo do que Rafe é capaz de fazer.

“Preciso de mais provas – muitas provas, de modo que a polícia não tenha como duvidar de mim ou me ignorar.”



Preciso dizer que desde o início fica claro que nada do que aconteceu entre Clarissa e Rafe foi consensual (embora em momento algum a palavra abuso seja usada para descrever a situação) ou seja, este livro pode ter alguns gatilhos e é uma leitura muito tensa. Eu não tenho nem palavras para descrever Rafe; um homem que abusou de Clarissa e depois disso começou a achar que era seu dono, um verdadeiro perseguidor.

Enquanto Clarissa reúne provas contra Rafe, pensando que se não fizesse isso, sua palavra não seria o suficiente, ele vai piorando e se tornando mais obsessivo a cada dia. A narrativa da autora me prendeu desde o início e apesar de ter sido uma leitura tensa e angustiante, eu simplesmente não conseguia largar. Queria chegar ao fim logo para saber se Clarissa iria conseguir sair daquele pesadelo.

Com capítulos alternados, narrados em primeira e terceira pessoa, Claire Kendal consegue com maestria mostrar todo o pavor que uma pessoa perseguida pode viver. Eu me senti tão presa a narrativa que foi impossível não ficar agoniada e sentir nojo de Rafe todas as vezes que ele aparecia e tentava amedrontar Clarissa.

A trama traz uma sensação de impotência e aborda um assunto importante: Porque a palavra de uma mulher nunca é o suficiente? Eu sei onde você está é um thriller eletrizante, com personagens complexos. Uma leitura intensa que não é pra qualquer um, mas sim para aqueles que tem estomago para ler sobre o pesadelo de uma mulher perseguida por um homem totalmente sádico.

Beijos!!

You May Also Like

36 Comments

  1. Uau! Sua resenha está maravilhosa! Gente, que livro é esse?
    É de arfar de medo, estou louca para ler, ainda mais por que a escrita da autora lhe agradou, preso muito isso. Vou anotar e deixar na lista de livros para ler ;)

    Beijão ^-^
    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Senti muito isso enquanto lia também. É impossível não sentir medo por tudo que a protagonista esta passando

      Excluir
  2. Boa noite!

    Nossa, que resenha profunda e intensa. Fiquei com altos sentimentos aqui enquanto lia, você escreve muito bem!

    Eu não costumo ler esse tipo de livro, justamente por ter o estômago fraco, mas fiquei bem curiosa a respeito da história e para saber o desfecho.

    Mais uma vez, parabéns pela resenha, ta muito bom.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, muito obrigada! Tento escrever cada vez melhor para vocês, que sempre estão aqui me enchendo de carinho, e tirando um tempinho para ler minhas resenhas!

      Excluir
  3. Amei sua resenha. Me deu uma vontade de ler agora o livro.
    Costumo amar histórias assim.
    Já foi para minha lista. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Olha eu sou louca por esse gênero, é o meu preferido!!!!
    Só esse título já seria o suficiente para que eu me interessasse pela leitura, mas a sua resenha foi o que confirmou que com certeza é um livro para mim. Fiquei morrendo de curiosidade e espero poder ler logo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena! Também li por causa do titulo e não me arrependi

      Excluir
  5. Nossa, super amei a sua resenha, é um dos meus gêneros favoritos e te digo assim: comprarei com o maior orgulho do mundo essa obra, sei que esse livro cairia bem para leitura agora, desde do drama que estou lendo, ótimo post!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oba! Espero que goste, depois que ler vem me contar o que achou!

      Excluir
  6. Olá!
    Uau, não conhecia o livro, mas já estou mega interessada. A capa é super instigante, parece ser uma ótima obra.
    Eu amo leituras do gênero, já estou anotando sua dica. Espero ler em breve!
    Amei sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oiii!

    Nossa, eu não conhecia esse livro e fiquei chocada! Que bom que vc avisou dos gatilhos da obra, achei que o tema é muito pertinente e parece que foi trabalhado de maneira correta. Fiquei curiosa para ler.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Ana! É uma leitura que mesmo sendo tensa, ainda consegue trazer algumas reflexões

      Excluir
  8. Olá!

    Ainda não conhecia esse livro, mas a premissa é bem bacana! Adoro o gênero e pretendo ler mais em 2019. Já vou anotar a dica, espero poder ter um tempo para lê-lo, a capa também é demais ♥️♥️♥️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também adorei a capa, e ela tem uma textura bem gostosa de ficar pegando haha. Nós leitores piramos em capas bonitas não é mesmo?!

      Excluir
  9. Já quero para ontem!!!! É o tipo de livro que adoro ler e ficar presa nas páginas. Também me faço sempre esta pergunta, afinal diante da palavra e muitas vezes das provas, ainda assim, nada vale.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente!
      Isso é tão triste e nos deixa tão impotentes né!?

      Excluir
  10. Fiquei arrepiada só de ler a sua resenha.
    Thriller é um dos meus gêneros preferidos, então sempre me empolgo quando conheço uma história nova com esta pegada mais sinistra. Este eu ainda não conhecia, mas já estou ansiosa para ler. Vou colocar agora mesmo na lista de desejados!

    ResponderExcluir
  11. Nossa, como eu ainda não havia ouvido falar desse livro? Que bom que cai aqui na sua resenha, pois agora preciso! Faz tempo que não leio thrillers, então acredito que voltar a ler o gênero através desse título vai ser uma ótima escolha. Já até coloquei na lista do skoob para não esquecer!

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente não é um livro que teve muito hype quando foi lançado. Não sei sei se o motivo disso foi a história pesada ou se a galera simplesmente não se interessou. Mas vale a pena, eu queria que ele fosse uma leitura mais famosa!

      Excluir
  12. Oii, tudo bem?

    Nossa, que livro intenso, fiquei chocada com a premissa. Estou bem curiosa para ler esse livro e descobrir como ela consegue sair desse pesadelo. Além de esse ser um dos meus gêneros favoritos, sua resenha me deixou bem empolgada, ainda que eu fique angustiada durante a toda a leitura, já quero muito comprar esse livro.

    Obrigada por compartilhar!!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adoro Thriller também!
      Sem duvida, é uma leitura angustiante

      Excluir
  13. Já me animo quando leio thriller e esse me chamou atenção por tratar de um tema tão pertinente como o machismo. Já peguei nojo desse Rafe sem nem mesmo ler o livro, mas quero muito conferir essa obra, a resenha já mexeu comigo.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Impossível não sentir nojo do Rafe né?! Nossa, ele é tão idiota e persegue tanto a Clarissa que nojo ainda é pouco haha

      Excluir
  14. Eu acredito que me sentiria muito incomodada com essa leitura, por conta dessa obsessão e perseguição. Mas ao mesmo tempo, fiquei interessa para saber como essa história termina rs

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Imagino! É uma leitura tensa mesmo, mas que mesmo assim, consegue nos manter instigados até o fim

      Excluir
  15. oii tudo bem ?
    nossa so de ler a resenha já fiquei angustiada imagina lendo livro , apesar de não ser algo que eu lei fiquei bem curiosa em saber como a historia irar terminar irei sair da minha zona de conforto e irei ler quero saber o que irar acontecer com a protagonista....


    bjs

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem? Apesar de thrillers não serem uma zona confortável de leitura para mim, a temática me chamou muita atenção afina, não tem nada mais atual que o machismo né?! Fiquei angustiada somente lendo a resenha, e sei que sentiria muito mais quando realizasse a leitura. Sua resenha está maravilhosa e adorei as fotos!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi, tudo bem? Não conhecia o livro e entendo sua importância, mas não leria. Ainda não me aventurei a ler thrillers e começar por esse não me parece uma boa. Por mais que eu nunca tenha passado qualquer situação parecida, acho que é uma leitura difícil para a maioria das mulheres. Gostei muito da sua resenha e do modo como colocou seu sentimento, parabéns :)

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Oii!

    Muito interessante a temática do livro. Afinal, vivemos em uma sociedade machista e patriarcal onde a mulher é sempre questionada quando o assunto é o seu corpo. Embora, hipoteticamente, não tenha sido sexo consensual curti todo o enredo, pois é assim que um homem psicopata se comporta e é justificado.

    Enfim, dica anotada. Beijos!

    ResponderExcluir
  19. Oi Jaque, sua linda, tudo bem?
    Eu vi um filme muito antigo que trazia essa discussão, que a mulher não é vista como vítima, sempre dizem que ela é culpada por ser atacada, seja por suas roupas ou por seu comportamento provocador. Um absurdo. Por isso acho que ficaria muito tensa com esse livro. Um absurdo ninguém acreditar nela. Sua resenha ficou ótima, vou anotar a dica.
    beijinhos.
    cila.

    ResponderExcluir
  20. Sinceramente, acho que não tenho estômago pra esse tipo de leitura não, não é mesmo pra qualquer um. Imagino a agonia que o livro causa, não gosto nem de imaginar o que esse Rafe faz. Mas só de abordar esse assunto da palavra da mulher não ser suficiente achei o máximo e talvez faça uma tentativa.

    ResponderExcluir
  21. Oi, esse livro tem um tema bem verdadeiro, parece mostrar como a vida de uma mulher vítima de abuso pode ser afetada e, como você bem comentou, como a palavra da mulher muitas vezes é desacreditada. É uma leitura que quero fazer.

    ResponderExcluir
  22. Gente quero muito ler esse livro depois da sua resenha. Não conhecia esse livro mas como você descreveu ele para mim ele é um livro bem atual e que acho na minha opinião deve ser lido por todos. Porque muitas vezes mulher e inclusive homens são perseguidos e sofrem abusos mas que infelizmente não sentem seguros para se impor e pedir ajuda. Amei a resenha.

    Bju**

    http://imagine-livros.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir