[Resenha] Romance tóxico - Heather Demetrios

Titulo original: Bad Romance
Autora: Heather Demetrios
Número de páginas: 416
Editora: Seguinte
AdicioneGoodreads  Skoob
Adquira o livroAmazon  Submarino 
Sinopse: Grace quer sair de casa. Ela se sente sufocada pelo padrasto agressivo e pela mãe obsessiva, que a faz esfregar o chão até toda a poeira (que só ela enxerga) sumir. Quer ir embora da cidadezinha onde mora, na Califórnia, pequena demais para seus sonhos. Quer fugir da vida que leva e se tornar uma artista em Paris, uma diretora de teatro em Nova York… qualquer futuro que seja distante do medo e da solidão que sente.Então ela se aproxima de Gavin: charmoso, talentoso e adorado por todos da escola. Quando os dois se apaixonam, Grace tem certeza de que aquele romance é bom demais para ser verdade. Mas as suas amigas enxergam um outro lado do garoto — controlador e perigoso —, que, com o tempo, vai transformar o relacionamento dos dois em uma prisão da qual Grace será incapaz de escapar sozinha.


E se o garoto dos seus sonhos tornasse sua vida em um verdadeiro pesadelo? Neste primeiro livro da autora Heather Demetrios publicado aqui no Brasil pela editora Seguinte, conhecemos uma garota que já vivia um pesadelo em casa e viu o garoto dos seus sonhos, transformando sua vida em um verdadeiro inferno.

Grace está no ensino médio e não vê a hora de acaba-lo para poder ir para a faculdade e se livrar de sua casa e de sua mãe abusiva,  A mãe dela tem problemas psicológicos, mas não procura ajuda médica e acaba descontando tudo na filha. Além disso, seu padrasto é terrivel e também é abusivo com sua mãe. Grace não aguenta mais viver este inferno com a mãe e com o seu padrasto e por isso o teatro da escola e a paixão por Gavin Davis são seu refúgio.

Gavin acaba se sair de um relacionamento e tentou suicídio. Mesmo assim Grace resolve mandar um bilhete dizendo que está disponível, caso ele precise de ajuda neste momento tão difícil. Só que ela não sabia que depois disso sua vida se tornaria um pesadelo. Após receber este bilhete Gavin volta para a escola, disposto a ficar com Grace, e é claro que Grace corresponde as suas intenções, já que é apaixonada por ele há muito tempo.

Ao começar a namorar com Grace, Gavin acaba descobrindo como a família dela é abusiva e em pouco tempo este namoro se torna mais um refúgio para Grace. As amigas dela avisam que ele pode ser “intenso demais”, mas ela não liga para isso e acredita que os dois foram feitos um para o outro. É claro que todo esse amor e respeito não duram muito tempo. Logo Gavin começa a dar pitaco nas roupas de Grace, e exige até ver o diário da garota e a senha de seu celular. As coisas entre os dois vão ficando cada vez mais insustentáveis mas sair deste relacionamento é difícil para Grace, já que toda vez que Gavin faz algo para magoá-la, ele pede desculpas logo em seguida. Sair de um relacionamento abusivo é mais difícil do que se imagina.

“Você pertence a um mundo diferente daquele que minha casa está. Um mundo onde sou vista, mais gentil. Com corações que batem em sincronia.”




Primeiro preciso dizer que praticamente tudo na vida de Grace é tóxico. A mãe dela sofre com um relacionamento abusivo e também tem uma doença psicologia (que não irei citar aqui qual é, para não dar spoiler), e isso faz com que ela exija demais de Grace. Ela é uma mãe abusiva também. Ou seja, a vida de Grace é uma sucessão de relacionamentos abusivos, pois até sua mãe sofre com isso.

Narrado em primeira pessoa, logo no inicio percebemos que o relacionamento entre Grace e Gavin não deu certo e confesso que a esperança que os dois terminasse foi o que me deu ânimo para ler esta história cheia de abuso até o fim. As amigas de Grace também mostraram a importância de se ter amigos de verdade em todos os momentos, já que elas sempre apoiaram e deram força para a amiga e esta amizade é fundamental para o desenvolvimento da narrativa.

Apesar de abordar um tema pesado, a trama fluiu bem e foi uma leitura que me fez parar em alguns momentos para respirar e tentar me acalmar. É difícil ler sobre um relacionamento abusivo e não se irritar com isso. Gavin é um garoto que desde o início percebemos que precisa de tratamentos e não de uma namorada, principalmente por ter tentado cometer suicídio após um termino de namoro.

Um ponto importante que a autora soube elaborar muito bem foi a família de Gavin. Os pais deles são super amorosos um com outro e são realmente a imagem de um casal e uma família feliz. Mostrando que nem sempre uma pessoa é abusiva porque aprendeu isso com o pai ou com outro membro da família.

“É mais uma coisa que vou aprender enquanto estiver com você - não agora, só um pouco mais tarde: há muitas formas de se afogar”.

Romance tóxico é uma história tensa e terrivelmente verdadeira. Existem muitas mulheres que passam por isso, e  as vezes nem sequer sabem que estão em um relacionamento abusivo. O amor que é disfarçado de cuidado mas machuca, dói, humilha e maltrata e que na verdade é tudo, menos amor. Sofri junto com Grace, torci para que ela saísse daquele relacionamento terrível junto com suas amigas, tentei entender a mãe dela e acima de tudo, queria entrar no livro para tirá-la daquela situação. Faltou muito pouco para que este livro conquistasse minha primeira "cinco estrelas" do ano, e só não ganhou porque a autora não trouxe um desfecho para um personagem importante da narrativa, e apesar de ter me incomodado um pouco, isso não estragou o restante da trama e nem o desfecho.

Por fim posso dizer Romance tóxico é uma trama assustadora de tão real. Uma trama bem escrita, que aborda o tema de uma forma responsável, respeitando aquelas pessoas que passam por isso na vida real, e mostrando de forma crua e verdadeira como um relacionamento abusivo funciona. Uma trama muito sensível e importante.


Beijos!

12 comentários

  1. Oi, Jaque
    Menina, parabéns pela escrita porque sua resenha ficou maravilhosa! Nem consegui piscar direito pra não perder os detalhes haha Fiquei muito curiosa para saber qual doença a mãe dela tem, e nossa nunca pensei em ler em primeira pessoa uma história de relacionamento abusivo.
    Já estou louca para ler o livro dessa autora, só de ler o que você disse da escrita dela, admiro escritoras assim. Ah, gente a capa desse livro é um arraso de expressivo!

    Um Beijo ❤

    Jardim de Palavras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Melissa!
      Fico feliz demais por você ter gostado. Eu também nunca li nada da autora e mesmo assim adorei a escrita dela. É muito fluída!

      Excluir
  2. Tudo bem?
    Já li alguns comentários excelentes sobre esse livro e fiquei já ligada, agora com essa resenha empolgante, preciso conferir o quanto antes.
    Não programei nenhuma leitura para o próximo mês, então vou adicionar esse nas minhas metas de leituras.

    Adoro livros que trazem reflexões e mensagens, além de temas atuais.


    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente vale a pena! Leia mesmo, assim que puder. O livro abordas temas que infelizmente são importantes

      Excluir
  3. Olá!
    Esse livro é daqueles que todo mundo deveria ler. Amei demais a escrita da autora, saber que ela se baseou em um relacionamento tóxico que vivenciou para tirar seus personagens deve ter sido doloroso e ao mesmo tempo libertador, deixando a leitura mais realista possível.
    Tive angustia por Grace em vários momentos e adorei o fato do Gavin não ter sido vitimizado.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, a responsabilidade que a autora abordou o assunto é muito importante. Gostei mais ainda do fato dela ter mostrado que podemos encontrar amor aonde menos esperamos e na maioria das vezes não é em outras pessoas

      Excluir
  4. Oie!
    Ainda não li esse livro, mas tenho lido muitas resenhas positivas e estou bem curiosa! A Seguinte tem abordado temas maravilhosos em seu catálogo, e não poderia estar melhor! Quero muito ler esse em especial por ser tratar de um relacionamento toxico, pois o tema me interessa demais! Adorei a sua resenha e assim que eu fizer a minha leitura veio falar o que achei!


    Beijos,
    Ana Luiza
    www.entrepaginas.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi jaque, tudo bem?
    Eu li uma resenha desse livro ontem e apesar de saber que me sentiria agoniada e que não seria uma leitura fácil, senti vontade de ler. Fiquei curiosa pelo desfecho.

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Ando meio cansada de livros sobre este tema. Os personagens parecem serem bons e a história seguir uma linha porém no momento não é para mim.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  7. Oi, Jaque!
    Essa deve ser a terceira resenha que leio sobre esse livro e acabou me atraindo muito, só tenho medo de não me sentir muito bem ao final da leitura, algumas vezes fica um nó no estômago, dá medo de me dar bloqueio (mas acho que vou ler mesmo assim. rs)
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. 'E se o garoto dos seus sonhos tornasse sua vida em um verdadeiro pesadelo?' essa frase tem uma força e uma simbologia forte e isso acontece inúmeras vezes com meninas e mulheres e somos pensar profundamente nessa pergunta que você fez logo no início da resenha, temos uma resposta um pouco dura, a realidade é que somos educadas desde o berço a sonhar com certo tipo de relacionamento e meninos são educados a nos ver como posse, então nosso sonho logo se transforma nos piores dos pesadelos, infelizmente. Adorei sua resenha e a forma como trouxe o assunto.

    ResponderExcluir
  9. nossa, eu to louca por esse livro!!
    que resenha!! é um livro que eu imagino que precisa ser muito divulgado, apesar dos gatilhos
    amei sua indicação

    ResponderExcluir